24H logo

24h na Web

Domínios 24 horas em Mídia e Comércio Eletrônico

O artigo a seguir trata de uma vasta gama de questões em nomes de domínio web. Particularmente, vem sendo desenvolvido o aspecto que lida com páginas web 24 horas, que usam terminações "24" em diversas formas. As implicações no comércio eletrônico foram abordadas em relação a um modo diferente de definir sites 24 horas na arena internacional.

Introdução

Alguns meses atrás eu notei uma supervisão relativamente significativa dos websites americanos. Minha pesquisa mostra que a nomenclatura de portais 24 horas varia dependendo da região. Sites americanos usam a abreviação "24" e criam os domínios: "exemplo24.com", enquanto a Europa e outros países tendem a ter uma descrição mais detalhada: "exemplo24h.com".

Pode-se dizer que os Estados Unidos assumem que os leitores são tão proficientes no mundo da Internet que eles entendem a brevidade. O nome mais curto é também prático por natureza, pois garante uma identificação mais rápida e eficiente dos domínios em mecanismos de busca. Esse endereço web é também mais fácil de ser lembrado pelos usuários.

Os proprietários de portais em outros países usam uma nomeação mais precisa, inclinando-se para a tendência de que os usuários não reconheceriam o formato abreviado "24", ou ao menos uma parte significativa dele. Portanto, otimização e legibilidade são preferidos em detrimento da brevidade.

Para entender qual abordagem é mais eficaz, eu tenho analisado as regras para criação dos nomes de domínio e aqui estão algumas práticas e exemplos mais relevantes de sites internacionais. Aqui eu discuto o desenvolvimento do comércio eletrônico e as implicações financeiras associadas a websites e lojas online bem construídos e pesquisados.

Resumo sobre domínios

De acordo com o dicionário Merriam-Webster (www.merriam-webster.com), domínio de Internet é uma sequência de caracteres alfanuméricos (assim como "Merriam-Webster.com") que define um grupo de recursos online (por exemplo, uma empresa ou pessoa específica) e faz parte dos endereços de Internet correspondentes. De um lado mais técnico, domínio é uma sequência de nomes do Sistema de Nomes de Domínio (DNS), consistindo no nome principal e na terminação (a chamada "extensão"). O nome principal é o nome de uma determinada organização, instituição ou iniciativa, enquanto que a extensão se refere a aspectos geopolíticos (por exemplo, .us, .eu), tipo de organização (por exemplo, .org, .com) ou a natureza da atividade (por exemplo, .hotel, .blog).

Como a definição sugere, os nomes de domínio formam uma hierarquia que é necessária para catalogar e organizar dados pelo protocolo de Internet (IP). O conteúdo de letras, números e caracteres podem variar, porém letras maiúsculas e minúsculas não são distinguíveis.

Como criar nomes de domínio?

Existem muitos guias e artigos sobre práticas recomendadas ao criar o nome de um novo domínio de Internet. Andrea Rowland recomenda, em "GoDaddy Garage Blog" (www.godaddy.com), lembrar que seu nome domínio é sua identidade na web; Portanto, você deve garantir que ao escolher um domínio, ele não apenas se encaixe no perfil da sua empresa, mas também seja fácil de encontrar e promover.

O nome deve ser cativante, não muito longo, claro e fácil de lembrar. Ao criar um novo site, palavras que gerariam associações ambivalentes ou subavaliações devem ser evitadas. Abreviações em excesso e o uso de siglas podem causar um mal entendimento do nome da página e levar à falta de otimização ao encontrar o endereço através de mecanismos de busca. A simplicidade é, portanto, valiosa aqui.

Ao criar um nome, você pode se ajudar com o uso de aplicativos e programas especiais. Meet Matt, no blog "Digital.com" (https://digital.com) dá uma classificação de vários exemplos de geradores de nomes de domínio que podem te ajudar a escolher o domínio de Internet perfeito.

E quanto aos "em período integral"?

Empresas que oferecem produtos e serviços no modo 24 horas geralmente adicionam a abreviação "24" ou "24h" para enfatizar a disponibilidade do serviço 24 horas. É um elemento popular de marketing entre portais de informação (imprensa, TV, etc.) ou instituições, onde a disponibilidade 24 horas por dia é justificada, assim como entre instalações médicas, redes de táxi e serviços de entrega de pizza.

No entanto, o fato é que alguns donos de empresas estão abusando da terminação "24", adicionando-o a páginas onde a disponibilidade ininterrupta não é de muita importância ou necessidade, como por exemplo, "croche24" ou "iogurte24". Portanto, se a oferta não se aplica à disponibilidade durante todo o dia, você deve abrir mão do sufixo popular.

Tabloidização dos "em período integral" americanos

Como um internauta, eu notei uma tendência que, enquanto na Europa e em outros países ao redor do mundo frequentemente é usada uma nomenclatura mais descritiva de sites 24/7 e o final "h" é adicionado ao número "24", na cultura americana a versão simplificada é usada.

De acordo com minha pesquisa, a maioria dos consumidores lê os nomes dos portais individuais da seguinte maneira:

www.exemplo.com - página inicial

www.exemplo24.com - exemplo número 24 (serviço 24 horas nos EUA)

www.exemplo24h.com - a página inicial do serviço 24 horas, juntamente com informações sobre o contato e o serviço completo ao cliente (é usado ocasionalmente nos EUA).

Alguns consumidores também usam as abreviações 24/7 e 365, que são reconhecidas na grande maioria das áreas, embora sejam usadas com menos frequência.

Talvez essa tendência tenha a ver com a tabloidização avalanche da mídia nos Estados Unidos, e portanto, com a simplificação da realidade, a relação unilateral dos eventos e uma abordagem superficial das questões discutidas. Não é de surpreender, portanto, que os americanos prefiram um "24" conciso e eliminem o risco dos leitores entenderem o nome de forma ambígua. Os usuários europeus, nesse sentido, esperam uma descrição mais completa.

24 horas ao redor do mundo

Por exemplo, uma conhecida série de televisão americana chamada "24" foi traduzida em vários países de língua não inglesa como "24h" ou "24 horas" (por exemplo, em francês, espanhol, polonês). É uma série de TV de ação com alguns elementos de drama, que foi transmitida no período de 2001-2010 pela Fox TV. O título, entretanto, é o mais adequado, já que a ação acontece em tempo real, ou seja, os episódios da série cobrem a vida dos personagens hora após hora. Vale a pena mencionar que a série foi homenageada com prêmios de prestígio, como o Globo de Ouro e o Emmy Awards.

Indo além, o jornal suíço-francês publicado em Lausana, no Cantão de Vaud, fundado em 1762 e o mais antigo jornal do mundo com uma publicação ininterrupta, é chamado "24 horas" e seu domínio na Internet é www.24heures.ch. Radio France Internationale (RFI), uma estação de rádio estatal francesa que transmite em Paris e ao redor do mundo, relata as últimas notícias no portal web "www.rfi.fr/last_24h". Deve ser mencionado que a estação possui mais de 35 milhões de ouvintes e é uma das estações internacionais mais populares do mundo. As corridas de carro, no entanto, são transmitidas no www.24hseries.com.

Existem muitos exemplos para mencionar. No entanto, a tendência notável é que na mídia não-americana o uso da forma expandida "24" é preferido, adicionando a letra "h" ou usando a palavra completa "hora".

Implicações Financeiras

A conclusão, portanto, segue da seguinte maneira. Se as empresas americanas querem disponibilizar seu website globalmente, elas devem se adaptar aos hábitos de consumo fora dos EUA e usar uma nomenclatura mais descritiva dos seus domínios. Dessa forma seus portais serão melhor pesquisados e lembrados pelos clientes europeus. A propósito, a expansão também pode ter um caráter global. Como resultado, uma maior visibilidade no mercado aumentará as chances de gerar mais receita com os serviços oferecidos.

Para apoiar esta afirmação, vale a pena citar vários fatos das estatísticas realizadas pela E-commerce Foundation (www.ecommercefoundation.org). Isto é, desde que as compras online entraram no mercado de varejo, um número significante de empresas introduziram seus serviços e produtos na web. Desde 2010, tem havido um aumento constante nos negócios que entram no comércio eletrônico. Grandes empresas, em 80% dos casos, já tem seus próprios websites. A tendência indica que cada vez mais receita é gerada via Internet.

Sociedade na Web

Em consonância com o Relatório Europeu de Comércio Eletrônico desse ano (www.ecommercefoundation.org/download-free-reports), a população europeia está crescendo a cada ano - de 799,5 milhões (2013) para 811,7 milhões em 2018, e portanto o número de clientes em potencial está crescendo. A penetração da Internet está em uma tendência ascendente, de 77,63% dos usuários para 83,11% em 2018. Compras online em alguns países atingem o nível de 82%.

Olhando para os dados das lojas online internacionais mais populares, a Amazon ocupa o primeiro lugar, alcançando 25% do mercado internacional, onde em 2017 o lucro líquido na América do Norte atingiu US 106,11 bilhões, em outros países até 54,3 bilhões, ou acima de 51%.

Estrategicamente falando, Amazon e Alibaba (14% do seu mercado de comércio eletrônico) se concentram em aumentar os investimentos no desenvolvimento de tecnologias de comércio eletrônico e no desenvolvimento do mercado global. Compras internacionais estão se tornando cada vez mais populares, já que as empresas de Internet estão ansiosamente procurando por vendas em mercados lucrativos. No total - 38% dos compradores fazendo compras pela Internet, encomendam em lojas fora do seu país de origem.

Mais sobre comércio eletrônico

O futuro do comércio eletrônico pode ser visto em cores brilhantes, observando as tendências de idade, já que os jovens e estudantes estão cada vez mais dispostos a comprar produtos pela Internet (de 61% em 2014 a 70% em 2017). Pessoas com educação de terceiro nível definitivamente preferem lojas virtuais (até 82% dos clientes regulares). Portanto, vale a pena prestar atenção à sua imagem e marca na web e cuidar dos valores práticos como capacidade de pesquisa e funcionalidade do website.

Quais tipos de produtos os usuários da Internet mais compram? De acordo com dados de 2017 na Europa, o foco principal é no mercado de vestuário e esportes (36%), turismo (31%) e informática (31%). De acordo com os cálculos de 2016, a América do Norte opta por serviços financeiros (25,4%), Ásia e o Pacífico - telefonia móvel (28,3%), América Latina por eletroeletrônicos (27,4%), assim como o Oriente Médio (15,2%).

O futuro da criação de domínio

Em resumo, o comércio eletrônico está ganhando popularidade ano após ano. A sociedade está cada vez mais presente na web, e essa tendência aparenta ser irreversível.

Graças à pesquisa de mercado publicamente disponível e a análise do comportamento do usuário na Internet, os proprietários de domínio podem facilmente acompanhar as tendências atuais dos usuários da Internet. Considerando o crescente papel do mercado online, vale a pena cada esforço para garantir que os nomes dos portais sejam adequados, compreensíveis e fáceis de pesquisar. A subestimação da significância dos nomes de domínio pode ter consequências de longo alcance para as atividades de uma determinada instituição ou entidades individuais.

A essência da identificação precisa dos portais 24 horas é de crescente importância. As regras de nomenclatura diferem em termos de preferências nacionais e, quando expandem internacionalmente, uma análise das práticas estrangeiras deve ser realizada. Seria negligente usar métodos locais de nomeação em regiões onde eles não são comunicativos. Portanto, se as terminações "24" não são compreendidas na arena internacional, os donos de domínios americanos devem se preocupar em adicionar a letra "h". Os consumidores preferem serviços onde os vendedores atendem às suas expectativas. Como os usuários são mais propensos a digitar "24h" no Google, vale a pena ter prudência e trabalhar em seu domínio.